CHOCOLATARIA DO FREI CHICO É DESTAQUE NACIONAL NO GLOBO REPÓRTER.
Faça sua Busca
“Frei Chico é um dos principais fundadores de um belo projeto social mantido, acreditem, com a venda dos chocolates”.
Perto da divisa com o Paraná, no interior paulista, um rio rodeado por muito verde dá nome à cidade com 45 mil moradores. A tranquila Santa Cruz do Rio Pardo fica movimentada quando chega a Páscoa.
Tudo começou em um cantinho muito especial da cidade, que faz bastante sucesso nesta época do ano. O Globo Repórter foi conhecer a chocolataria Frei Chico. E basta entrar na loja para se encantar com tanto colorido, com tanto capricho. Lá, o chocolate é mais que um alimento. Ele tem um ingrediente a mais: a solidariedade.
Frei Francisco Pessutto, que ganhou o apelido carinhoso de Frei Chico, é um dos principais fundadores de um belo projeto social mantido, acreditem, com a venda dos chocolates. Ele morreu há 10 anos, mas ainda está presente por lá. Nos quadros, em cada sala, o Frei Chico é bem mais que uma lembrança.
O sonho de Frei Chico sempre foi mudar a realidade da periferia e acolher as crianças. E como o neto de italianos gostava muito dos pequenos, logo que a creche foi criada quis agradá-los com um bom pedaço do doce que eles mais gostam.
Essa história começou há 25 anos, quando foram feitos os primeiros ovos de chocolate, apenas para as crianças da creche. Mas a ideia de vender os ovos para os moradores da cidade deu tão certo que o projeto foi crescendo, crescendo e ganhou o tamanho que tem hoje. A venda dos ovos ajuda a manter o trabalho social feito com 350 crianças e adolescentes.
Só a creche recebe quase 300 crianças, todas têm alimentação, educação e muito carinho. Outra turma trabalha sem parar para manter o projeto, sempre ao lado dele: o chocolate.
No coração da doceria, ele não pode faltar. Este ano devem ser derretidas seis toneladas de barras.
A renda da linha de produção serve também para manter o abrigo onde moram 52 crianças e adolescentes, em outro ponto da cidade.
Assim como na doceria, tudo por lá é caprichado, colorido, feito para que eles se sintam realmente em casa. A salada e os legumes vêm da horta. Tem aprendizado na cozinha, reforço escolar e muita música para descontrair.
É um exército do bem, com 40 pessoas, a maioria mulheres. Em apenas uma tarde, o grupo embrulhou 600 ovos. Haja trabalho para manter o estoque da loja. Tudo cuidadosamente colocado para atrair a atenção.
Com a Páscoa chegando, é bom correr.
Confira a reportagem clicando no link: http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2014/04/venda-de-ovos-ajuda-trabalho-social-feito-com-350-criancas-e-adolescentes.html

FONTE: G1 / GLOBO REPÓRTE
R

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto

Foto
REPÓRTER NA RUA - © 2010-2011. Todos os direitos reservados