Deputado Major Mecca defende policiais e diz que não vai se intimidar com afrontas de Doria

14/05/2019 - 21:56:48
Por: REPÓRTER NA RUA

O principal representante da Segurança Pública na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Deputado Estadual Major Mecca (PSL), divulgou nas redes sociais uma resposta ao Governador João Doria (PSDB). No vídeo gravado no plenário da ALESP, o deputado usa a tribuna para rebater uma situação caracterizada por ele, como premeditada pela assessoria do governador.

João Doria teria se reunido com os deputados estaduais e em uma reunião fechada tentou aplicar um 'pito' no deputado Major Mecca, que constantemente defende as instituições de segurança. Segundo o deputado, além de tentar se impor sobre o parlamentar, a assessoria do governador teria sido covarde, ao gravar um vídeo mostrando a ação e divulgar sem dar chance de esclarecimentos ou fala ao deputado.

"O vídeo foi premeditado. Ele me chamou a atenção porque fui educado com ele no palácio dos bandeirantes e aqui no plenário eu mostro a verdade e dou voz aos meus eleitores. Meus pais me ensinaram que quando eu vou na casa de alguém, eu não vou para xingar ou ofender as pessoas, eu vou para levar o dialogo, como levei as duas vezes que fui lá e disse para o vice-governador Rodrigo Garcia, inclusive falei para ele de forma educada, que os nossos soldados tem o sentimento que os senhores estão fazendo marketing com a farda da PM", pontuou Mecca.

O deputado que foi eleito pelo grupo do Presidente Jair Bolsonaro ainda destacou: "Eu fui eleito e venho ao plenário como deputado para isso. Não posso me intimidar e não dar voz para os meus eleitores, a todos os nossos soldados que estão passando fome. Eu não posso deixar de falar aqui que os nossos soldados se sentiram ofendidos por terem um policial da ROTA executado na porta de casa e ele (João Doria) foi com os copinchas dele jogar bola, sentar numa mesa e dar gargalhadas de alegria, festejando. Como pessoa particular ele pode, mas que tivesse pelo menos a sensibilidade de não gravar e jogar nas redes sociais, como fez de maneira covarde comigo",

Desde o primeiro dia como deputado estadual, o Major da Polícia Militar iniciou as cobranças por melhorias na segurança pública e principalmente no salário dos policiais militares e civis. A relação entre os políticos teria piorado após a sessão plenária realizada no último dia 17 de abril, onde o deputado Major Mecca subiu à tribuna e leu uma carta aberta ao governador do Estado João Doria em defesa dos policiais.

Nas redes sociais, Mecca também recebeu apoio do parceiro de farda e Senador Major Olímpio (PSL). "Governador, não somos infantis a pontos de achar que o reajuste salarial e a reposição das perdas inflacionárias virão nos últimos anos de mandato. Também não vamos aceitar que o Sr venha querer intimidar o Major Mecca ou qualquer outro deputado no exercício da função. Se precisar, pego minha caixa de som e vou pras ruas. Pergunte a seus antecessores como trato '171'", destacou o Senador do PSL, que ainda publicou um vídeo em suas redes seguidas por mais de um milhão de internautas.

 

Conheça o Deputado Estadual Major Mecca

Dimas Mecca Sampaio, deputado estadual eleito com 131.531 votos, mais conhecido como Major Mecca, cresceu na Freguesia do Ó e hoje é morador da Lapa. Filho de soldado da Polícia Militar, não teve como não se apaixonar, ainda garoto, por essa instituição, à qual serviu por mais de 30 anos. Seu ingresso foi em 1988, no curso preparatório de oficiais da Academia do Barro Branco. Ali foram seis anos de formação militar, que o forjaram para a dura — porém gratificante — carreira de oficial de polícia. Atuou na Rota, no 2º Batalhão de Choque, além de 11º, 13º, 16º e 18º Batalhões de Área Metropolitana. Comandou por um ano o 4º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), onde encerrou sua carreira militar com a passagem compulsória para a inatividade, em razão de seu ingresso na vida parlamentar. Sempre trabalhou em unidades operacionais e combateu arduamente a criminalidade. Conheceu de perto as dificuldades da profissão, a falta de respaldo do estado, o descaso de governantes e o clamor da sociedade por segurança e por outros serviços essenciais. Foi no contato direto com o cidadão de bem que constatou o muito que ainda havia a ser feito, porém em outra arena de combate: a política. Por muitos anos, neste país e neste estado, o olhar sempre foi muito condescendente com criminosos, com desordeiros, com criaturas que nada contribuem para o desenvolvimento da sociedade, em detrimento do cidadão honesto, do pagador de impostos, das vítimas desse sistema ideológico que inverte as prioridades. Pelo PSL, partido que o elegeu, certamente terá como foco a transparência e a correção em suas ações. Tem muito a contribuir para a segurança pública, maior urgência do povo que trabalha. Defenderá o respeito aos agentes de segurança do estado e sua respectiva valorização. O mesmo em relação aos professores, tão importantes para a formação cidadã de nossos jovens e tão desrespeitados. É preciso resgatar a dignidade quem nos protege e de quem constrói o nosso amanhã. É casado e pai de três filhos. Seus maiores valores: sua família, sua missão e Deus, acima de tudo e de todos.  

 

Veja Também

 

Parceiros

.

2010 - 2018 - Repórter Na Rua. Todos os direitos reservados