Câmara de Bernardino instala CPI para investigar compra de terreno

09/09/2019 - 17:46:01
Por: REPÓRTER NA RUA

Oito dos noves vereadores da Câmara Municipal de Bernardino de Campos assinaram e aprovaram o requerimento 57 de 2019 que solicitava a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a compra de um terreno feita pelo ex-prefeito Armado Beleze, na última administração.

A CPI foi instalada na última sessão ordinária, após requerimento do Vereador Marcos Donizete Gonçalves e Joacyr Requena Junior; o documento foi apoiado por oito dos nove vereadores, sendo que apenas o vereador Fabio dos Santos Marciano não assinou o pedido de abertura da investigação.

O requerimento 57 justifica que a Casa de Leis deve investigar a compra de um terreno de mais de 3 alqueires, no valor de R$700 mil feito pela administração do ex-prefeito Armando Beleze, no ano de 2014. A área seria usada para a construção de mais de 160 imóveis do CDHU, que iria ser destinado a famílias de baixa renda.

Desde que foi feito a aquisição mediante contrato entre o Poder Executivo e a família Rebequi, foi pago a quantia de R$300 mil pelo terreno; a outra parte do valor combinado seria paga após a transferência da área ao município.

Os autores do requerimento contestam a forma que o contrato foi feito e a responsabilidade da administração do ex-prefeito Armando no caso, já que o processo se estende desde 2014 e o prejuízo para o município é enorme. “Queremos saber se houver irresponsabilidade com o dinheiro público. É nossa função fiscalizar e deixar tudo as limpas para a população. Eu sou cobrado diariamente por este assunto e não podemos deixar assim”, declarou o vereador autor do requerimento.

A Comissão terá um prazo de 90 dias para entregar um relatório esclarecendo a situação.  Após sorteio ficou decidido  que a CPI será presidida pelo Vereador Isaac Massena, o relator será o vereador Fabio Marciano e o membro é o vereador Rodrigo Hilário.

 

Veja Também

 

Parceiros

.

2010 - 2018 - Repórter Na Rua. Todos os direitos reservados