Língua da Sogra: Depois de 3 anos engravatados ainda não aprenderu fazê lei, aponta revista Óia‏

08/03/2016 - 23:47:43
Por: MASSIVA

A conversa que a sogra Marikota teve com os "homi da lei" tá surtindo efeito. Os engravatadu tão pulano miudinho, miudinho. E tão ainda mais bravu com os fofoqueiro de Corvorinhos que noticiaru a vergonha que eles fizeru a cidade passá, ficando na primeira posição dos piores engravatados que não sabem fazê lei no Estado de Sun Paulo.
- Tinha que tê castigo pra isso. O povo tinha que botá eles pra ajueiá no mio, igual acontecia antigamente. Faz 3 anos que tão na escola e ainda num aprenderu escrevê. Tenha dó, disse a sogra.
Agora o certo seria os engravatadu devolvê o dinheiro que o povo pagô pra eles e pros assessô ficarem perdendo tempo escrevendo tudo errado, gastando tinta e papel a toa.
Agora tão bravo com os fofoquero. Mas eles esqueceru que até a revista Óia que é distribuida em tudo quanto é canto do Brasil Varonil publicô a vergonha que eles fizeru Corvorinhos passá. 
Ao invés deles ficarem choramingando teriam que estudá um pouquinho pra vê se aprendi um pouco mais sobre o serviço que o povo paga pra eles fazê. 
Teve até uma amiga da sogra que sugeriu que os engravatadu deixassem de ir só uma vez por semana trabaiá e fossem só uma vez por mês. Ela acha que quanto menos eles forem trabaiá, menos cagada vão fazê e menos dinheiro do povo vão desperdiçá. E a sogra acha que ela tá certa. O dó!
Sete conto por mês mais cinco pro puxa saco é muito dim dim pra pouco serviço mostrado. E aí veriadô!? Que tal ganhá salário di trabaiadô!?

 

Veja Também

 

Parceiros

.

2010 - 2014 - Repórter Na Rua. Todos os direitos reservados