Acolhidos pelo Centro Pop ganham oportunidade de uma nova vida em sociedade

28/11/2018 - 12:49:27
Por: assessoria

Antes da gest√£o do Prefeito Lucas Pocay, muitos ficavam nas ruas e agora foram acolhidos com dignidade e respeito

 

         Prestes a completar dois anos de funcionamento ap√≥s ser totalmente remodelado, o Centro Pop, √≥rg√£o da Secretaria Municipal da Assist√™ncia Social, mantido pela Prefeitura de Ourinhos, se tornou um local de refer√™ncia para a recupera√ß√£o de andarilhos e pessoas em situa√ß√£o de rua. Cerca de 20% dos acolhidos conseguem uma nova vida ao serem reinseridos √†s suas fam√≠lias, terem acesso a moradias ou entrarem no mercado de trabalho.

         DIGNIDADE
         Ao todo, a entidade mant√©m 50 vagas de acolhimento especializado, al√©m do atendimento oferecido aos que passam pelo local diariamente, seja por meio da abordagem de assistentes sociais ou por conta pr√≥pria. Todos t√™m direito a banho, quatro refei√ß√Ķes di√°rias, cama, acompanhamento de psic√≥logos e assistentes sociais, encaminhamento a consultas e tratamento m√©dicos, atividades recreativas e aprendizado para gera√ß√£o de renda.

         NOVA VIDA

         Segundo informa√ß√Ķes da Secretaria Municipal da Assist√™ncia Social, quase a totalidade dos acolhidos s√£o de Ourinhos e a maioria dos assistidos s√£o moradores da Vila S√£o Luiz, pessoas que moram com suas fam√≠lias no bairro e que durante o dia frequentam as atividades do Centro Pop. At√© outubro deste ano, 1727 pessoas foram atendidas pelo Centro Pop.

         ATIVIDADES
         A principal atividade promovida com os assistidos no local √© a Horta Mandala, sistema que integra o plantio de hortali√ßas com um galinheiro e que foi destaque nacional em recente reportagem da TV Record. Al√©m de aprender um of√≠cio que pode gerar renda quando o acolhido sair do Centro Pop, a horta produz alimentos que s√£o consumidos nas refei√ß√Ķes oferecidas pela entidade. O excesso de produ√ß√£o √© distribu√≠do para entidades assistenciais de Ourinhos. O projeto deu t√£o certo que j√° foi implantado nos quatro Cras (Centro de Refer√™ncia da Assist√™ncia Social) de Ourinhos, servindo como fonte de alimentos frescos para a popula√ß√£o carente de dezenas de bairros.

         RECUPERA√á√ÉO
         Antes da atual administra√ß√£o tomar posse, o Centro Pop estava abandonado e os andarilhos eram frequentemente vistos pela cidade, sem amparo algum. Logo nos primeiros dias de mandato, o Prefeito Lcuas Pocay determinou a reforma completa da entidade e a implanta√ß√£o do projeto de reinser√ß√£o social das pessoas em situa√ß√£o de rua. O im√≥vel, at√© ent√£o abandonado, recebeu reparos que tornaram o ambiente acolhedor e humano.

         CIDADANIA
         O Prefeito Lucas Pocay ressalta que o novo espa√ßo √© uma oportunidade para pensar o verdadeiro prop√≥sito das pol√≠ticas que buscam resgatar princ√≠pios familiares, respeito e o amor ao pr√≥ximo.

         “Hoje temos um novo clima no Centro Pop, com respeito ao pr√≥ximo e aos direitos de cada cidad√£o. H√° muitas pessoas hoje que perderam a vontade de viver, de sonhar, n√£o sabem mais o que √© o amor de uma fam√≠lia. Nossas a√ß√Ķes de mudan√ßas querem resgatar essa ponte de integra√ß√£o e afetividade para que eles possam voltar a ter dignidade e possam se sentir felizes”, ressalta o Prefeito.

         VEREADOR CARLINHOS DO SINDICATO √Č CONTRA TRABALHO PARA PESSOAS CARENTES

         O vereador Carlinhos do Sindicato soltou um carro de som agitando a popula√ß√£o para pressionar o Poder Executivo para fechar o Centro Pop, indo na contra m√£o do trabalho social desenvolvido com sucesso no resgate da dignidade dessas pessoas em situa√ß√£o de rua e vulnerabilidade.
         Chama aten√ß√£o tal medida do vereador ser contra o trabalho com pessoas carentes e que as dificuldades e situa√ß√Ķes da vida as fizeram chegar no ponto de viver nas ruas em condi√ß√Ķes prec√°rias, sendo necess√°rio o apoio da Prefeitura para ter for√ßas para sair desse contexto.
         Caso n√£o tivesse o Centro Pop, dezenas de pessoas que hoje s√£o acolhidas no local estariam nas ruas da cidade, sendo mais um problema social a ser enfrentado.

 

Veja Também

 

Parceiros

.

2010 - 2014 - Repórter Na Rua. Todos os direitos reservados