TRÂNSITO: ACE Ourinhos lança campanha de valorização da Zona Azul

25/10/2019 - 19:15:06
Por: ACE Ourinhos

Com apoio da AMO-SIM, Polícia Militar e Prefeitura, a ACE apresentou várias ações para otimizar a Zona Azul e gerar mais vagas para estacionamento

A Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos, em conjunto com representantes da AMO-SIM, Polícia Militar e Prefeitura de Ourinhos, lançou nesta sexta-feira, 25, na sede da entidade, o projeto Zona Azul, uma iniciativa em prol do melhor aproveitamento e valorização do sistema de estacionamento pago nas vagas centrais do centro comercial da cidade. A ACE vai veicular spots de rádio, matérias na imprensa e postagens em redes sociais para divulgar a campanha. Também produziu plaquetas para portas e adesivos para vitrines que serão instalados nos estabelecimentos comerciais que são pontos de venda. A ACE quer ampliar, inicialmente, de 28 para 50 pontos de venda.

De acordo com o diretor da ACE, Robson Martuchi, que coordenou o evento de lançamento, o objetivo é levar mais informação à população, comerciantes e comerciários para que as leis de trânsito sejam cumpridas por todos, sobretudo as relativas a utilização das vagas de Zona Azul. Ourinhos possui hoje cerca de 1.400 vagas de Zona Azul, sendo proibido permanecer mais de 2 horas na mesma vaga. Mesmo com cartão, após esse período, o motorista precisa mudar de vaga, garantindo assim a rotatividade prevista pelo sistema.

Estacionar de forma irregular na Zona Azul é considerada infração grave, segundo o Código Brasileiro de Trânsito, com multa de R$ 195,23, 5 pontos na carteira e remoção do veículo. Somente neste ano, já foram registradas 583 autuações, conforme o comandante da 1a Cia

responsável pelo policiamento na cidade, Capitão Viol. “O objetivo não é a multa, mas a conscientização de todos para que o sistema funcione”, afirmou Martuchi.

ECONOMIA - Robson contextualizou que a questão da Zona Azul é mais ampla e tem reflexos diretos no desenvolvimento da cidade. Segundo ele, o comércio, como o setor que mais emprega no município, contribui para a movimentação financeira, aquecendo a economia local. Ele defende que a falta de vagas prejudica o comércio e, no final das contas, a cidade toda perde.

O cartão da Zona Azul no valor de R$ 1,50 pode ser adquirido em pontos de vendas no comércio e também com os Guardas Mirins. A Guarda Mirim é também responsável pela Advertência Amarela, que informa ao motorista que uma multa pode ocorrer se houver uma fiscalização dos órgãos competentes. “Esse tem sido o código combinado com os PMs que já encontram nessa cartela amarela todos os dados do veículo para lavrar o auto de infração”, explicou o diretor. A AMO-SIM também informa que estão sendo estudadas sanções para os reincidentes, já que ela fica com uma segunda via dessa Advertência Amarela, possibilitando a identificação dos infratores recorrentes.

SOCIAL - O presidente da AMO-SIM (Associação Mirim de Ourinhos e Serviço de Integração de Meninas), Max Jardim Arce, destacou a importância da campanha para a entidade. “A Zona Azul hoje cobre as despesas da AMO-SIM e os salários dos guardinhas, mas para aumentar a receita e continuar ajudando adolescentes a ingressarem no mercado de trabalho é preciso que a população se conscientize e compre os cartões da Zona Azul”, afirmou. Segundo a ACE, que apresentou um vídeo mostrando vários aspectos dessa questão, o financiamento da atividade da AMO-SIM é um outro viés importante da Zona Azul, neste caso de cunho social.

A fiscalização da Zona Azul, por sua vez, é feita pela Polícia Militar. “A Polícia Militar apoia essa campanha educativa de conscientização sobre o uso das vagas rotativas, que é uma questão de cidadania. Também estamos empenhados na fiscalização e cumprimento da lei”, disse o comandante da 1a Cia. da Polícia Militar, Capitão Viol.

Representando a Prefeitura Municipal, o diretor de Mobilidade Urbana, Leandro de Oliveira Machado, e o diretor de Engenharia de Tráfego, Ronaldo Choni Zanchetta, anunciaram uma série de ações que a Prefeitura vem realizando com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana, como o aumento de vagas de estacionamento. “Vamos melhorar toda a sinalização da área central para que a mobilidade da cidade possa fluir da melhor maneira”, acrescentou Ronaldo Choni Zanchetta.

O projeto Zona Azul conta com a colaboração coletiva para que todos possam usufruir melhor das vagas rotativas. “Precisamos conscientizar a população sobre as normas da Zona Azul e também estimular que os nossos lojistas e comerciários não utilizem as vagas disponíveis, facilitando assim o acesso dos clientes às lojas e contribuindo para o comércio como um todo”, finalizou Robson Martuchi.

DENÚNCIAS - A Polícia Militar, em parceria com A ACEO, também anunciou hoje um novo número para que a população de Ourinhos possa fazer denúncias anônimas por Whatsapp. A ação é voltada para o recebimento de denúncias diversas e não urgentes, como as infrações na Zona Azul. O número de WhatsApp é (14) 99161-3121 que irá funcionar a partir do início de novembro.

A Polícia Militar também continuará atendendo denúncias de estacionamento irregular pelo 190, que é o número atendido pelo Copom, em Bauru. Capitão Viol se inspirou numa iniciativa que já acontece em Santa Cruz do Rio Pardo, onde também há um número de Whatsapp para a população fazer uso para denúncias não urgentes. Comerciantes, comerciários e a população em geral poderão, por exemplo, mandar mensagem denunciando estacionamento sem cartão na Zona Azul, algum veículo que esteja há mais de 2 horas na mesma vaga, empresas que colocam cones nas vagas em sua frente para reservar vagas – que é ilegal -, entre outros indícios de infração.

 

Veja Também

 

Parceiros

.

2010 - 2014 - Repórter Na Rua. Todos os direitos reservados