Carnaval ACE Ourinhos dá dicas de como proteger os documentos

19/02/2020 - 18:44:37
Por: assessoria

Siga alguns passos para evitar a perda e fraudes com documentos

O Carnaval chegou e muita gente está procurando festas populares, bloquinhos, shows e baladas noturnas em nossa região. Para aproveitar a festa com tranquilidade e evitar a perda ou roubo de pertences pessoais é preciso ter alguns cuidados.

“Se o consumidor quer ir para a folia em lugares abertos e com muita gente, é preciso ficar atento e tomar alguns cuidados básicos. Também é importante saber como agir caso perca algum pertence ou documentos”, disse o presidente da ACE Ourinhos, Robson Martuchi.

Para que as pessoas não passem dor de cabeça, comum em feriados prolongados como este, a ACE Ourinhos e sua parceira Boa Vista SCPC, parceira da ACE, oferecem algumas dicas para que o consumidor possa aproveitar o carnaval com mais segurança.

O que levar?

O consumidor deve levar somente o essencial, como apenas um documento (RG ou Carteira de Habilitação) e um cartão (de crédito ou débito). Além disso, é recomendado que carregue pouco dinheiro, para usar em situações nas quais os cartões não são aceitos.

Onde levar seus pertences?

É válido usar um porta-documento/dinheiro que possa ficar bem preso ao corpo ou mesmo uma pochete, à frente e bem visível para quem carrega, e evitar ao máximo deixar os pertences nos bolsos, principalmente os de trás, ou em bolsas que atraiam a atenção ou são fáceis de abrir e puxar.

Atenção ao usar cartões

É preciso tomar muito cuidado ao usar o cartão de crédito ou débito, em especial quando houver muita gente junto, como nos blocos, para não se distrair durante o pagamento. Isso porque é cada vez mais comum um golpe que consiste em pegar o cartão para colocar na maquininha e devolver outro ao consumidor. Os golpistas se aproveitam de um momento de distração do comprador, ou usam algum truque e desviam a atenção, para que insira, por engano, a senha no campo destinado ao valor da compra, permitindo que o golpista visualize a senha.

Outro golpe comum nesta época do ano é o da dupla operação ou do valor errado. Neste, o golpista finge que o cartão não passou na maquininha e alega um problema qualquer do aparelho. Em seguida, ele pega outro equipamento e cobra novamente o valor. O prejuízo só é percebido quando a vítima olha posteriormente o extrato do banco. Portanto, em todas as transações com cartão, o consumidor deve exigir e conferir o recibo para ter certeza de que a operação foi feita corretamente.

Se mesmo após seguir as dicas acima, ocorrer o roubo ou a perda de documentos, o consumidor deve registrar um Boletim de Ocorrência em uma delegacia e em seguida entrar no site www.consumidorpositivo.com.br e utilizar o serviço SOS Cheques e Documentos. Ao efetuar o alerta, os lojistas e instituições financeiras receberão o aviso, para que se previnam caso alguém tente utilizar os mesmos em compras indevidas. Desta forma, fraudes utilizando seus dados poderão ser evitadas.

 

Veja Também

 

Parceiros

.

2010 - 2014 - Repórter Na Rua. Todos os direitos reservados