Calor de 40º C e falta de chuvas nos próximos 7 dias podem impactar na produção de água.

Assessoria 18/08/2021 - 20:12:03 Diversos

A previsão do tempo para os próximos sete dias é de calor intenso em Ourinhos e região. Na quarta-feira (25) a temperatura deve chegar a 40º C na cidade, segundo estimativa do instituto Climatempo (veja a previsão). Os dias quentes, somados à estiagem prolongada, que deve durar ainda uma semana, preocupam o setor de produção de água da Estação de Tratamento da SAE. O nível do Rio Pardo está um metro abaixo do ideal, marcando 1,25 metro. Se as águas baixarem mais 25 centímetros, a captação de água precisa ser paralisada para não queimar bombas e outros equipamentos. Isso pode afetar o abastecimento interrompendo o fornecimento de água para o município.

ALERTA

Continua depois da Publicidade

A preocupação com o baixo nível do Rio Pardo já foi tema de duas reportagens da TV Tem, veiculadas na manhã e tarde de terça-feira (17) (veja aqui e aqui). O problema da água não é exclusivo de Ourinhos. Pelo menos oito cidades do interior paulista, algumas delas em nossa região, já enfrentam falta d’água ou racionamento provocadas pelo baixo nível de rios ou reservatórios em decorrência do longo período sem chuvas.

PROBLEMA

Bauru (124 Km), São José do Rio Preto (285 Km), Itu (309 Km), Salto (322 Km) e Suzanápolis (388 Km) instituíram rodízio para minimizar os efeitos da falta de água. A cidade de Franca (415 Km), Penápolis (212 Km) e Guararapes (280 Km) deixaram a população de sobreaviso. Na capital Paulista, o Sistema Cantareira, represas que abastecem metade da população da região metropolitana já está operando abaixo de 40% da capacidade.

USO RACIONAL

Em Ourinhos a situação vem sendo monitorada constantemente. Manobras de abastecimento ainda mantém cheios os reservatórios que abastecem a cidade, porém o nível do Rio Pardo cada vez mais baixo acende um alerta. A captação de água do rio na Estação de Tratamento de Água da SAE precisa ser interrompida caso o nível fique abaixo de 1 metro. Por isso, a SAE pede que os moradores utilizem água de forma racional, sem desperdício.

Publicidade

Mais Acessadas da Semana

Parceiros