Em homenagem à cura da mulher com Covid em Barretos, homem constrói imagem de santa com 10 mil garrafas pet.

da reportagem 06/09/2021 - 13:46:24 Brasil

Feita exclusivamente de garrafas plásticas usadas, uma imagem de Nossa Senhora Aparecida impressiona os moradores de Barretos (SP) não só pela imponência dos mais de sete metros de altura, mas pelo significado que o monumento carrega: uma homenagem à cura de uma paciente com Covid-19.
Ao todo, foram quatro meses de trabalho coletivo para que a estrutura ficasse de pé. As 10 mil garrafas que compõem a imagem chegaram até o idealizador, Carlos Antônio Ferreira, por meio de doações de amigos e vizinhos.
A imagem foi construída em um gesto de gratidão de Carlos à santa de devoção depois que a mulher dele, Cleia Regina dos Santos, recebeu alta do hospital. Em janeiro, ela foi diagnosticada com Covid-19.
“Eu tinha coriza no nariz, dor de cabeça e um pouquinho de tosse. Aí veio o cansaço e você já não conseguia nem levantar da cama direito. Tomar banho sozinha, nem pensar. E o cansaço cada vez aumentando mais”, diz Cleia.
Com a piora do quadro, a aposentada precisou ser internada e passou 21 dias intubada na UTI, com necessidade de traqueostomia.
Na porta do hospital que leva o nome da santa, Carlos passava horas em oração, pedindo pela recuperação da mulher. A reviravolta tão esperada começou a dar sinais quando Cleia foi finalmente tirada da sedação.
O milagre da cura, como diz Cleia, inspirou o marido a construir a imagem em uma praça de Barretos. O monumento ao mesmo tempo simples e grandioso tem quatro metros de largura e sete metros e meio de altura. As dez mil garrafas foram recolhidas e doadas por moradores da comunidade.
 

Publicidade

Mais Acessadas da Semana

Parceiros